Virtual Mamoré

Virtual Mamoré

A trajetória do VW Gol GTi, pioneiro da injeção eletrônica no Brasil


Texto | Júlio Max
Fotos | Júlio Max, Aírton Santos e Divulgação

O mercado automotivo brasileiro da década de 1980 acompanhava em um ritmo mais devagar as evoluções pelas quais os carros passavam no "Primeiro Mundo". Um dos exemplos de um item que demorou a se popularizar em nosso País foi a injeção eletrônica de combustível do motor. Este item, que já estava presente em modelos como o Mercedes-Benz 300 SL de 1955 e o Chevrolet Corvette de 1957, foi se popularizando em modelos norte-americanos, japoneses e europeus a partir da segunda metade da década de 1970; nos anos 1980, a derrocada do carburador nestes mercados foi ainda mais acentuada. Mas aqui no Brasil, vigorava a Lei de Informática, que restringia a importação de componentes eletrônicos (incluindo aí a injeção de combustível). Dessa forma, o GTi nasceu para ser um modelo de produção limitada - mas seu sucesso foi tamanho que permaneceu no mercado por 11 anos.
[Leia Mais]

Nenhum comentário

Mais no Virtual Mamoré