Virtual Mamoré

Virtual Mamoré

Cruzeiro retoma negociações com o Mineirão para solucionar débito em acordo extrajudicial

(Foto: Marcelo Alvarenga/BP Filmes)


O Cruzeiro retomou as negociações com a administração do Mineirão para tentar resolver o débito milionário que o clube possui com o estádio e iniciar uma nova fase da parceria. As partes já começaram uma negociação, após o presidente Sérgio Santos Rodrigues assumir o clube, com a continuidade de uma tentativa de acordo extrajudicial, que havia avançado quando o Cruzeiro estava sendo gerido pelo conselho gestor.

Há uma expectativa para que a situação tome contornos finais nas próximas semanas, segundo apurou a reportagem. A avaliação é que há uma nova relação, iniciada pelo conselho gestor e continuada por Sérgio Rodrigues. Por isso, o otimismo. As conversas haviam sido congeladas com o clube mineiro por causa da pandemia do novo coronavírus.

As negociações foram retomadas com base no ponto em que pararam. O Cruzeiro já tinha alinhado o valor e a forma de pagamento do débito. O total discutido na Justiça ultrapassa os R$ 45 milhões. Mas, com o acordo iniciado pelo conselho gestor, o débito caiu e muito: R$ 19,5 milhões.

A quantia seria quitada de duas formas. O Cruzeiro iria utilizar R$ 10 milhões, depositados judicialmente, para pagar uma parte. O restante, R$ 9,5 milhões, seria pago em parcelas. Parte deste valor seria obtido ainda por um outro acordo: o de naming rights do Mineirão.

É que o Cruzeiro estava buscando parceiros que quisessem ter o nome exposto no estádio. A ideia era realizar um contrato de cinco anos com o pagamento de R$ 10 milhões anuais. Metade ficaria para o clube, e a outra metade para a Minas Arena. Dos R$ 5 milhões anuais referentes à Raposa, R$ 1,25 milhão (25%) seria depositado para a administradora do estádio.

Assim, em cinco anos, o clube mineiro repassaria R$ 6,25 milhões ao Mineirão, valor que seria abatido nos R$ 9,5 milhões. O modelo diminuiria para R$ 3,25 milhões a dívida do Cruzeiro, que teria de arranjar uma outra maneira, ou até mesmo utilizando a outra parte do pagamento de naming rights, para findar o débito.

Globo Esporte

Nenhum comentário

Mais no Virtual Mamoré