Virtual Mamoré

Virtual Mamoré

Deputado quer criação de Liga dos clubes após aprovação da MP 984

(Foto: Rafael Arantes)

Por Redação Blog do Esporte


O deputado federal Pedro Paulo (DEM-RJ) apresentou uma proposta de emenda à Medida Provisória 984, dos direitos de transmissão, para que os clubes criem uma Liga para organização a competição e negociar os direitos de forma conjunta, sem um possível prejuízo a alguma agremiação.

“A partir do início da temporada esportiva do ano de 2022, as atuas Séries A e B do campeonato profissional de âmbito nacional da modalidade futebol masculino deverão ser organizadas e desenvolvidas por liga profissional de futebol com personalidade jurídica distinta da dos seus membros, constituída pelas entidades de prática desportiva da modalidade”, diz o artigo 2 desta Emenda.

A emenda fala sobre os direitos de arena, para estimular um maior equilíbrio entre os clubes. Com isso, a intenção é reduzir a diferença entre o clube que recebe mais e o clube que recebe menos.

“A liga profissional de futebol deverá observar as melhores práticas administrativas, financeiras e de governança corporativa adotada por ligas profissionais de futebol masculino, com transparência, independência institucional e responsabilidade de seus dirigentes... O primeiro campeonato profissional de futebol masculino correspondente às atuais Séries A e B, a ser realizado pela liga profissional de futebol, será composto, respectivamente, pelas entidades de prática desportiva que compuserem as referidas séries, após o final da temporada imediatamente anterior”, continua a emenda.

“A distribuição do produto do primeiro ciclo de negociação coletiva dos direitos de arena e da exploração comercial das respectivas temporadas do campeonato será feita observando-se uma diferença de até, no máximo, cinco vezes entre o maior e o menos valores recebidos pelos participantes de um campeonato em uma mesma temporada, conforme os valores atribuídos à primeira e segunda divisões”, diz o artigo 3 da emenda.

O pedido ainda será analisado pela Câmara para depois chegar à presidência. Lembrando que a MP tem validade até o final deste ano.

Nenhum comentário

Mais no Virtual Mamoré