Virtual Mamoré

Virtual Mamoré

"Falta de sensibilidade e de bom senso", dispara Paulo Autuori, do Botafogo, contra Ferj

 (Foto: Vitor Silva/Botafogo)


O Botafogo voltou a treinar no Estádio Nilton Santos no último sábado, mas continua a expor sua preocupação com a pandemia do novo coronavírus e se recusa, por exemplo, a jogar o Campeonato Carioca ainda neste mês. Alinhado com a posição do clube, o técnico Paulo Autuori fez críticas à Ferj em depoimento à Botafogo TV.

- É algo que nunca aconteceu no mundo do futebol, de ficar três meses sem atividade. Essas atividades online são importantes para criar o mínimo de adaptação, mas completamente diferentes porque não têm a especificidade do jogo. Temos visto muitas lesões nos jogos dos campeonatos que já regressaram a quantidade de lesões, e certamente essa será uma época que isso acontecerá.

- Especialmente na falta de sensibilidade, de bom senso e digo até de conhecimento da Federação do Estado do Rio de Janeiro ao não se preocupar em salvaguardar a integridade física dos jogadores, não só em relação ao vírus, mas especialmente em botá-los em atividade para jogos com um tempo absurdo. Fico muito preocupado com essa situação.

O técnico alvinegro já havia feito críticas à pressão que federação e alguns clubes fizeram pela volta aos treinos e ao campeonato estadual. Autuori explicou que o Botafogo tem tomado todas as precauções para minimizar riscos nesse momento.

- As incertezas em relação ao vírus continuam, já começa a ver a volta em alguns lugares de maneira mais acentuada. Isso demonstra que nem as autoridades sanitárias podem assegurar nada em relação à Covid-19. É importante manter todos os cuidados necessários. Está todo mundo alegre e satisfeito de voltar a trabalhar, fazer aquilo que gostamos. Essa vontade sempre tivemos, mas apenas a vontade. As necessidades, que devem ser sempre prioridade, nos levaram a pensar que não poderíamos correr riscos.

- A comissão técnica se reuniu durante todo esse tempo, já estávamos com os treinos estruturados, era só operacionalizá-los. Temos tido muito cuidado ao fazer revezamento das pessoas envolvidas para estar seguros de tudo que possa acontecer. Correu tudo dentro do previsto. Nossa preocupação é ir de menos para mais - concluiu o técnico.

Globo Esporte

Nenhum comentário

Mais no Virtual Mamoré