Virtual Mamoré

Virtual Mamoré

Médico que operou Zanardi diz que lesão é menos grave do que a sofrida por Schumacher em 2013

(Foto: John Marsh/EMPICS via Getty Images)


O neurocirurgião que operou Alessandro Zanardi para tratar as lesões causadas por um traumatismo craniano, afirmou nesta segunda-feira que a lesão sofrida pelo atleta paralímpico é menos grave do que a sustentada por Michael Schumacher em 2013, quando o alemão bateu a cabeça esquiando com a família nos Alpes Franceses.

Segundo Giuseppe Oliveri em entrevista ao "Gazzetta dello Sport", o italiano não sofreu uma lesão axonal difusa, quadro do heptacampeão de F1 no acidente em Meribel. Neste tipo de lesão, o cérebro se move para trás, para frente ou para os lados, batendo contra a parede intracraniana com violência. É um dano muito extenso em todo o córtex cerebral, do qual dificilmente o órgão se recupera para exercer novamente funções cognitivas e motoras normais.

- Lesão menos grave que Schumacher? O dano axonal parece ter sido evitado, mas é muito cedo para um resultado conclusivo, diz Oliveri, que descarta a lesão axonal não ter acontecido pelo fato de o impacto com o caminhão ter sido na face de Zanardi, em vez de em outras partes da cabeça.

- O cérebro é um órgão móvel dentro de uma caixa rígida. Esse trauma também pode danificar áreas distantes do local do impacto - explica.

O médico descarta que o acidente sofrido pelo ex-piloto da F1 e Indy em 2001, quando perdeu as duas pernas, possa influenciar na recuperação atual. Por outro lado, o que pode ajudar Alessandro a se recuperar é a condição física de atleta que o italiano possui.

- Não (o acidente de 2001 não influencia), mas o fato de ele ser atleta e, portanto, gozar de excelentes condições, leva ao otimismo - diz o professor Oliveri.

Por fim, Olivieri diz que ainda é cedo para entender quais as chances de Zanardi voltar à rotina que tinha antes do acidente.

- Cedo demais para dizer. Por enquanto, o fato de o paciente estar estável é a primeira boa notícia. O máximo podemos fazer agora é esperar.

Acidente e condições

O acidente ocorreu na sexta-feira á tarde. Zanardi invadiu a contramão com sua bicicleta de mão e acabou colidindo com um caminhão. Foi transportado de helicóptero para o hospital e operado no mesmo dia. As condições clínicas do ex-piloto de Fórmula 1 e atleta paralímpico seguem estáveis após a terceira noite de internação

O italiano segue com os parâmetros cardiorrespiratórios e metabólicos normais, mas o quadro neurológico permanece grave. Segundo Roberto Gusinu, diretor sanitário do hospital, Zanardi continua sedado e recebendo ventilação mecânica.

Multicampeão, Alessandro Zanardi, sofre acidente durante prova de estrada na Itália
Multicampeão, Alessandro Zanardi, sofre acidente durante prova de estrada na Itália

O prognóstico sobre a recuperação de Zanardi segue confidencial. A equipe médica que acompanha o italiano vai avaliar nos próximos dias quais serão os próximos passos na recuperação do ex-piloto e se a sedação poderá ser reduzida. O próximo boletim médico será divulgado na manhã desta terça-feira.

Piloto de Fórmula 1 entre 1991 e 1994, e depois em 1999, Zanardi se sagrou bicampeão da Fórmula Indy em 1997 e 1998, mas perdeu as pernas num gravíssimo acidente em 2001, na Alemanha. Depois, com carros adaptados, passou a disputar corridas de turismo, mas sua consagração definitiva veio no ciclismo paralímpico, com seis medalhas em Jogos Paralímpicos (das quais quatro de ouro, duas na Rio 2016) e 18 em Mundiais da modalidade.

Globo Esporte

Nenhum comentário

Mais no Virtual Mamoré