Virtual Mamoré

Virtual Mamoré

O incrível resgate da paciente com Covid-19 em localidade de Rondônia onde só de chega de barco ou de avião



Uma equipe multidisciplinar formada por médico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), piloto, copiloto e enfermeiro do Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia (CBM/RO) receberam, na quinta-feira, 18), e cumpriram a missão de socorrer uma paciente de 45 anos, moradora do distrito de Surpresa, em Guajará-Mirim. A localidade é considerada de difícil acesso, apenas aéreo ou de barco, mas sem local adequado para pouso, e pelo rio.


A missão durou ao todo cerca de cinco horas. Na aeronave, a equipe levou para o resgate da paciente itens como ventilador mecânico, tubo endotraqueal, medicamentos, material de pulsão venosa e fluidos para serem administrados de forma endovenosa.


O médico Marco Antônio Verçosa de Castro, que fez a assistência à paciente, elogiou os protocolos de biossegurança adotado pela equipe, composta pelo capitão Cordeiro, piloto, o major Andrade, copiloto, e o sargento Glima, formado em enfermagem, e na aeronave do Corpo de Bombeiros. Ressaltou ainda os procedimentos médicos adotados para estabilizar a paciente. “A paciente estava com um quadro considerado moderado, tanto que não necessitou de ventilação mecânica invasiva”.


A moradora do distrito de Surpresa estava há 11 dias com sintomas de síndrome gripal e há dois dias apresentava falta de ar. ‘‘Quando a recebemos na pista, a oxigenação dela estava realmente baixa. A paciente foi monitorada o tempo inteiro da viagem e só precisou de suplementação de oxigênio através de máscara. Quando começamos com esse procedimento não caiu a saturação periférica de oxigênio em nenhum momento, tanto que não precisou do ventilador’’, pontuou o médico.


A paciente foi entregue estabilizada para prosseguir a assistência no Hospital de Amor, na ala contratualizada para ampliação da rede estadual de leitos para Covid-19.




Fonte: Secom

Nenhum comentário

Mais no Virtual Mamoré