Virtual Mamoré

Virtual Mamoré

Papo de Torcedor MENGO - Ary Barroso, um grande Flamenguista

Ary Evangelista Barroso, nascido em Ubá, Minas Gerais, em 7 de novembro de 1903. Foi compositor e locutor de futebol. 


Na carreira de compositor criou vários sambas, 30 deles gravados pela Carmem Miranda. Compôs o samba "Aquarela do Brasil", que segundo a revista Rolling Stones Brasil, é a décima segunda maior canção do Brasil.

Ary não era Flamenguista nos seus primeiros anos no Rio De Janeiro, mudou de time devido a data de nascimento do Clube de Regatas do Flamengo ser 17 de novembro de 1895. Plutão, uma dos cinco planetas do Flamengo, na astrologia, destaca-se Marte sob o Sol de Ary e Plutão do Flamengo sobre sua lua.

Em suas narrações ele não escondia sua preferência pelo clube rubro-negro e se negava a comemorar gol contra o seu clube de coração, frases como:”Ih, lá vem os inimigos. Eu não quero nem olhar.”, era comum em suas narrações. Uma das soluções da rádio foi colocar 2 narradores, Ary para narrar as jogadas do Flamengo e um outro para os ataques do adversário. Quando saiam os gols do Flamengo ele comemorava tocando uma gaitinha.

A paixão pelo Flamengo era tão grande que ele recusou um convite para ser diretor musical da Disney, feita pelo próprio  Walt Disney. Que perguntou o motivo dele não ter aceitado, Ary respondeu: “Because ‘don’t have’ Flamengo here." (Porque aqui não tem Flamengo).

Ary já viajou para outro país para negociar jogador para o clube de coração, mesmo tendo medo de avião. O jogador era uma jovem promessa do futebol chamado Modesto Bria. Bria ficou 10 anos no clube e conquistou um tri-campeonato. Por sua "culpa", Zico e Junior foram jogadores e ídolos do Flamengo. 

Seu maior ídolo era o Leônidas da Silva, o "diamante negro". Foi Ary que deu o nome ao gol de bicicleta. Quando Leônidas foi vendido para o São paulo, Ary ficou revoltado e perseguia o seu substituto nas narrações. Pirilo, que era substituto de Leônidas, respondeu com 39 gols no campeonato carioca de 1941.

A gaitinha parou de tocar no dia dia 9 de fevereiro de 1964. Ary foi homenageado numa canção de Moraes Moreira, Vitorioso Flamengo (clique)"A gaitinha vai tocar como no tempo de Ary Barroso...".




Inscreva-se em nossos canais no Youtube: TV Jovens Cronistas e confira nosso novo canal exclusivo de esportes, o JC Esportes e nossos conteúdos esportivos, dê sua opinião que é fundamental, seu like e divulgue para os amigos!

Curta nossa página no Facebook: Jovens Cronistas!, siga-nos no Insta: @jcronistas e @jcesportess




Nenhum comentário

Mais no Virtual Mamoré