Virtual Mamoré

Virtual Mamoré

Assassino de 82 anos faz 'oração satânica' antes de ser morto em troca de tiros com a polícia, em RO



Antônio Verson Brembat era suspeito de matar José Hilário Pazeto no último dia 1° de janeiro. Suspeito estava armado em casa com uma espinhada quando a polícia montava um cerco para prendê-lo.


Um idoso de 82 anos, identificado como Antônio Verson Brembati, foi morto a tiros durante uma troca de tiros contra policiais no último domingo (2) na zona rural de Novo Horizonte do Oeste (RO), a 26 km de Rolim de Moura (RO). Antes de atacar os policiais, quando ainda estava dentro da casa, o suspeito teria feito "orações satânicas".


Antônio era o principal havia matado José Hilário Pazeto no dia 1° de janeiro deste ano, um dia antes de atacar a guarnição policial.


De acordo a Polícia Civil, a investigação da morte de José iniciou logo depois do crime, com objetivo de encontrar o suspeito do crime.


No último domingo, os policiais receberam a informação que suspeito estaria escondido na zona rural de Novo Horizonte. Também foi repassado aos policiais que o criminoso era um homem "extremamente violento e tinha diversas armas de fogo em casa".


Após a denúncia, foram iniciadas buscas pelo suspeito, com apoio da Polícia Militar (PM) e do Núcleo de Inteligência.


As diligências começaram nas casas dos filhos do suspeito, sendo que um deles reiterou a informação de que o pai era perigoso e sempre andava armado. O mesmo filho falou que seu pai já cometeu outros assassinatos.


Enquanto a polícia continuava com a investigação, a casa do filho de Antônio Brembati foi incendiada. A residência é vizinha a do suspeito. Por causa do fogo, o Corpo de Bombeiros foi acionado, mas as chamas consumiram todo o local.


Ainda com as buscas pelo suspeito, parte da equipe de policiais se deslocou por um pasto na Linha 152, no intuito de cercar a casa onde o autor do homicídio possivelmente estava.


Próximo de um imóvel, já por volta das 05h30 de domingo, é descrito no boletim de ocorrência que os agentes ouviram o suspeito, dentro do quarto, fazendo "orações que pareciam alusão ao satanismo".


Enquanto Antônio seguia com as orações, do lado de fora os agentes da polícia iniciaram um cerco. Por volta de 05h50, os policiais já estavam posicionados para entrar na casa, quando foram surpreendidos pelo suspeito, que saiu pela porta da frente carregando uma espingarda calibre .32.


De acordo com o registro dos policiais, o idoso estava pronto para atirar. Um dos policiais efetuou um disparo de pistola calibre .45 para que o suspeito soltasse a arma, mas nesse momento ele teria começado a atirar contra os policiais.


Uma das balas da polícia atingiu Antônio, que morreu na hora. Ao entrarem na casa, os policiais viram que no quarto do suspeito havia uma porta corrediça de aço, e em cima da cama havia uma sacola com cartuchos de arma de fogo.


Na casa foram encontradas muitas munições de diversos calibres, foices, machadinhas improvisadas posicionadas atrás das portas e uma espingarda de pressão.


As roupas e botas que o suspeito utilizou para matar o José Hilário também foram encontradas no local, além de R$ 1.459 em espécie. O corpo de Antônio foi removido ao IML.


G1/RO

Nenhum comentário

Mais no Virtual Mamoré