Virtual Mamoré

Virtual Mamoré

Megaoperação é realizada contra bandidos na Vila Princesa



A Polícia Civil de Rondônia, através da Delegacia Especializada em Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores, por seus agentes policiais investigadores, sob o comando dos Delegados Alessandro Morey e Rogério Alessandro, em ação conjunta com outras Delegacias de Polícia da Capital (2º DP, 4º DP, 5º DP, Delegacia de Candeias do Jamari, DENARC, Delegacia Especializada de Combate à Corrupção – DECOR, Coordenadoria de Recursos Especiais – CORE/PC), bem como outras forças de Segurança Pública, tal seja Núcleo de Operações Aéreas – NOA/SESDEC, Polícia Militar (Força Tática 01 e 02) e Polícia Rodoviária Federal, na manhã desta quarta-feira (05), deflagraram operação policial com objetivo de cumprir vários mandados de busca e apreensão e prisões, na localidade denominada Vila Princesa, nesta Capital.

A operação denominada “Bem-te-vi”, decorre de intenso trabalho investigatório acerca crimes de roubos às propriedades rurais nas proximidades da Vila Princesa, onde foram subtraídos veículos (caminhonetes e outros), diversos bens patrimoniais e transferências bancárias realizadas mediante PIX, tudo com a prática de graves ameaças e violência físicas às vítimas.


Durante as investigações foram localizados nos “matagais” nas proximidades da mesma Vila veículos subtraídos, outros veículos parcialmente desmontados, motocicletas adulteradas, bem como em “barracos” utilizados como esconderijos pelos infratores, também, apreenderam coletes balísticos de forças de segurança diversas, acessórios, coldre de pistola, objetos e documentos pessoais pertencentes às vítimas de vários outros crimes de roubos.


Nesse cenário, em decorrência das investigações policiais naquela localidade, foi observada a atuação de grupo criminoso voltado à prática de roubos, sempre muito agressivos às vítimas, “desmanche” de veículos e, ainda, o tráfico de drogas, reiterado e violento para com os humildes moradores do vilarejo (pois vivem oprimidos e são obrigados/subjugados à “lei do silêncio”), tudo como forma de garantir o sustento vil dos infratores, que agora sabemos fazem parte de facção criminosa denominada “Comando Vermelho”.


Assim, a urgência das medidas judiciais revelou-se necessária ante a gravidade dos fatos delituosos praticados, que assim o foram com absoluta audácia e desrespeito às leis penais, bem como garantia da ordem pública e paz social, pois não se pode admitir que grupos criminosos organizados ou não, possam aterrorizar e subjugar cidadãos de bem e, principalmente, em total afronta às instituições constitucionalmente previstas à lhes garantir segurança e justiça!


A operação policial foi nominada de “Bem-te-vi”, pois decorre de uma das propriedades rurais palco de covarde crime contra o patrimônio, objeto de investigação desta Delegacia Especializada e, não só por isso, vez que naquela região existe grande quantidade de tais pássaros encantando a natureza.






Rondoniaovivo


Nenhum comentário

Mais no Virtual Mamoré